Envie sua redação: Julho


Texto 01
As 30 mulheres de negócios mais poderosas do mundo

Na lista anual da revista Forbes das mais poderosas do mundo entram diferentes perfis: mulheres de negócios, celebridades, políticas, entre outros. Mas todas têm algo em comum: grande poder de influência, em níveis globais.

EXAME.com separou as 30 mulheres de negócios mais bem posicionadas do ranking. A primeira (tendo em vista este "recorte" da lista) é Melinda Gates, presidente da Bill & Melinda Gates Foundation e um dos principais ícones da filantropia mundial, ao lado do marido Bill Gates.

A única brasileira do mundo dos negócios, entre as 30 executivas mais bem posicionadas no ranking, é a presidente da Petrobras, Graça Foster. 

Na 16ª posição no ranking geral de mulheres poderosas, Graça, de acordo com a visão da revista Forbes, parece não ter sido afetada pelas crises enfrentadas pela principal estatal brasileira. É que, segundo a publicação, em 2014, ela está mais poderosa do que no ano passado, quando apareceu na 18ª posição.
Extraído de Exame.COM - 28/05/2014
http://exame.abril.com.br/carreira/album-de-fotos/as-30-mulheres-de-negocios-mais-poderosas-do-mundo
Texto 02

WEA
Texto 03
“Femen é uma empresa, não um movimento social”, diz ex-líder do grupo no Brasil

As meninas do autointitulado movimento sextremista Femen, fundado na Ucrânia em 2008, conseguiram atrair a atenção midiática global nos seus cinco anos de atuação, mas também arrebanharam detratores por todo o mundo. Queridinhas dos marmanjos e dos editores – o topless das beldades vende como água –, as ativistas estão mais uma vez no centro de uma polêmica.

Na semana passada, o movimento sofreu uma reviravolta com o fechamento de sua filial brasileira, das mais ativas do grupo. Em nota oficial, a sede ucraniana retirou o direito da líder brasileira Sara Winter de usar o nome Femen, a palavra sextremismo e símbolos do movimento, como o logotipo e a coroa de flores. O Femen Internacional alega que Sara teria usado indevidamente o dinheiro que elas enviaram para a ativista.

A reportagem de Opera Mundi teve acesso às transferências feitas para o Brasil em nome de Anna Hutsol (fundadora do grupo) e contabilizou exatos 3,05 mil dólares (aproximadamente R$ 6,1 mil) entre junho de 2012 e fevereiro deste ano. Foram feitas quatro transferências que, segundo Sara, foram usadas para passagens aéreas e organização de protestos.

Hutsol ameaçou ainda “revelar o real motivo que fez Sara entrar no Femen”. A brasileira, por sua vez, diz que desde fevereiro ouve a mesma ameaça das ucranianas, mas não sabe a que elas se referem.

Com o desligamento da matriz, Sara partiu para o ataque e não poupou críticas às líderes ucranianas. “O Femen Ucrânia funciona como uma empresa ou uma agência de marketing. Não é um movimento social. Elas já podem ter tido boas e reais intenções, mas hoje em dia é tudo completamente corrupto”.

Disponível em: http://www.brasildefato.com.br/node/13101
INSTRUÇÕES PARA REDAÇÃO
Tomando como base os textos de apoio e o conhecimento formado ao longo de sua vida, redija um texto dissertativo-argumentativo em até 30 linhas com o seguinte tema:

O papel da mulher no século XXI


Não se identifique. Qualquer tipo de identificação implicará em anulação da questão. Respeite os direitos humanos.

Se preferir, você pode fazer o download em PDF da Proposta de Redação:


Mais informações de como enviar, clique aqui


Luiz Henrique

Luiz Henrique, cristão, analista de sistemas, programador e webdesigner, cursado em Webdesign, vive através da fé e louvor a Deus. Graduando em Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas pela UFPR


2 comentários • Comente »:

Postar um comentário

O EstudaJovem é um blog cujo objetivo é te ajudar. Ajude-nos a melhorar, expondo sua opinião. Comente!

EstudaJovem nas Redes Sociais

Siga-nos no Facebook

Colabore com o portal

Seguidores Blogger

Seguidores Google+

Oportunidades