MEC divulga lista de 270 cursos que terão o vestibular suspenso; entre elas, estão cinco federais.

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) publicou, no Diário Oficial da União desta sexta-feira (6), a lista dos 270 cursos superiores que obtiveram conceito insatisfatório (notas 1 ou 2 em uma escala que vai até 5) nas duas últimas avaliações (em 2009 e 2012) do Conceito Preliminar de Cursos (CPC), divulgado anualmente pelo MEC. Como punição, esses cursos estão impedidos de receber novos alunos. A medida já vale para os atuais processos seletivos (mesmo os vestibulares que já foram realizados)

O corte atingiu 44.069 vagas em  cursos de instituições particulares e federais do país inteiro, da área de humanidades (administração, ciências contábeis, ciências econômicas, design, comunicação social, direito, psicologia, relações internacionais, secretariado executivo e turismo) e cursos superiores de tecnologia das áreas de gestão comercial, gestão de recursos humanos, gestão financeira, logística, marketing e processos gerenciais.

Estão na lista cinco universidades federais: a Universidade Federal do Paraná (cursos de Jornalismo e Publicidade e Propaganda), a Universidade Federal do Pará (Jornalismo), a Universidade Federal do Espírito Santo (Jornalismo e Publicidade e Propaganda), Universidade Federal de Rondônia (Ciências Econômicas) e Universidade Federal do Amapá (Secretariado Executivo).

O maior número de cursos punidos (103) é de administração, seguido por ciências contábeis (51), direito (38) e comunicação social (16). Os cursos estão divididos em dois grupos: os que melhoraram a nota entre 2009 e 2012, e por isso são considerados de tendência positiva, e os que pioraram, classificados como de tendência negativa. Os cursos com desempenho insatisfatório terão que firmar um protocolo de compromisso, com um plano de melhorias e medidas a serem tomadas em curto e médio prazo. Os cursos mal avaliados que apresentaram uma melhora do índice de 2009 para 2012 poderão ter as sanções revistas e, caso cumpram o protocolo de compromisso, reabrir o vestibular no segundo semestre de 2014 - há 152 nesse grupo. Os demais (118) apresentaram tendência negativa no índice e não poderão ter as medidas revistas em 2014.

Instituições com nota insatisfatória
Também foi publicada uma lista de instituições cujos cursos de graduação obtiveram resultados insatisfatórios (notas 1 ou 2) no Índice Geral de Cursos (IGC) de 2012 e 2009 e que, por isso, receberão medidas cautelares preventivas e supervisão maior do Ministério da Educação (MEC). Confira a lista abaixo:


Instituições de ensino que obtiveram IGC com tendência descendente
Nome Estado Município
CENTRO UNIVERSITÁRIO DE MANDAGUARI - UNIMAN PR Mandaguari
FACULDADE SALESIANA DO NORDESTE  PE  Recife
FACULDADE SUL FLUMINENSE RJ Volta Redonda
FACULDADE DE CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS BA Itamaraju
FACULDADE DO SUL DA BAHIA BA Teixeira de Freitas
FACULDADE ASSOCIADA BRASIL SP  São Paulo
FACULDADE INDEPENDENTE DO NORDESTE BA Vitória da Conquista
FACULDADE FERNÃO DIAS SP  Osasco
FACULDADE CRISTO REI PR Cornélio Procópio
INSTITUTO DE EDUCAÇÃO E ENSINO SUPERIOR DE SAMAMBAIA  DF  Brasília
 FACULDADE ALBERT EINSTEIN  DF  Brasília
 FACULDADE DOS IMIGRANTES - FAI RS  Caxias do Sul
INSTITUTO SUPERIOR DE EDUCAÇÃO DE FLORESTA  PE  Floresta
FACULDADE DO DESCOBRIMENTO  BA Santa Cruz Cabrália
FACULDADE DE CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS DE PENEDO  AL  Penedo
FACULDADE DO ESTADO DO MARANHÃO  MA  São Luís
FACULDADE DE SAÚDE IBITURUNA MG  Montes Claros
INSTITUTO SUPERIOR DE EDUCAÇÃO DE ITUIUTABA MG  Ituiutaba
FACULDADE DE DESENVOLVIMENTO E INTEGRAÇÃO REGIONAL  PE Santa Cruz do Capibaribe
 FACULDADE DE CIÊNCIAS JURÍDICAS DE ALAGOAS AL  Penedo
 FACULDADE DE TECNOLOGIA CÉSAR LATTES SP  Itu
 FACULDADE DE TECNOLOGIA DE NOVA ANDRADINA MS  Nova Andradina
INSTITUTO DE ENSINO SUPERIOR INTEGRADO-IESI MG Teófilo Otoni
Instituições de ensino que obtiveram IGC com tendência ascendente
UNIVERSIDADE DE RIO VERDE GO Rio Verde
FACULDADE DE FORMAÇÃO DE PROFESSORES DE SERRA TALHADA PE Serra Talhada
FACULDADE BÉTHENCOURT DA SILVA RJ Rio de Janeiro
FACULDADE INTERAÇÃO AMERICANA  SP São Bernardo do Campo
FACULDADE SÃO CAMILO   BA Salvador
FACULDADE SUDOESTE PAULISTANO SP São Paulo
FACULDADE DE EDUCAÇÃO E CIÊNCIAS GERENCIAIS DE SÃO PAULO SP São Paulo
INSTITUTO DE EDUCAÇÃO SUPERIOR UNYAHNA DE SALVADOR  BA Salvador
INSTITUTO DE ENSINO SUPERIOR DE FORTALEZA  CE Fortaleza
FACULDADE CATÓLICA RAINHA DA PAZ DE ARAPUTANGA   MT Araputanga
FACULDADE SANTA HELENA  PE Recife
FACULDADE CASTRO ALVES BA Salvador

Avaliações
O CPC mede a qualidade do curso com base na nota do aluno concluinte, a infraestrutura, a organização didático-pedagógica, o regime de trabalho dos docentes e a proporção de mestres e doutores. Foram avaliadas 1.762 instituições de ensino superior e 8.184 cursos. Em 2009, 27% dos cursos obtiveram conceitos 1 ou 2. Em 2012, a porcentagem caiu para 12%. Aumentaram as proporções das notas 3 - de 39,8% para 48,4% - e 4 - de 10,5% para 21,7%. Os cursos com conceito 5, considerados de excelência, cresceram de 1,2% para 1,5%.

O IGC leva em conta a média ponderada do Conceito Preliminar de Curso (CPC) e os conceitos da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), responsável por avaliar os programas de pós-graduação das instituições.

Fonte: GE


Luiz Henrique

Luiz Henrique, cristão, analista de sistemas, programador e webdesigner, cursado em Webdesign, vive através da fé e louvor a Deus. Graduando em Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas pela UFPR


0 comentários • Comente »:

Postar um comentário

O EstudaJovem é um blog cujo objetivo é te ajudar. Ajude-nos a melhorar, expondo sua opinião. Comente!

EstudaJovem nas Redes Sociais

Siga-nos no Facebook

Colabore com o portal

Seguidores Blogger

Seguidores Google+

Oportunidades